Os Cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador. Ao utilizar os nossos serviços, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.

Em Destaque
Bairro

Escuteiros de Bairro celebraram 75 anos sempre alertas para servir

2017-02-08

Associativismo

Texto:
Isaura Costa

Fotografia de:
António Freitas e Paula Pereira




Comemorações contaram com as presenças dos Chefes nacionais e regionais do CNE

A nata do escutismo em Portugal reuniu-se sábado, na freguesia de Bairro, para celebrar os 75 anos da fundação do Corpo Nacional de Escutas de S. Pedro de Bairro. Entre os presentes destaque para o Chefe Nacional, Ivo Faria, e para o Chefe Regional, Hugo Cunha, ambos famalicenses entre outros responsáveis pelo escutismo. A sessão contou ainda com a participação do presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha.

O autarca não escondeu o orgulho por ver dois famalicenses no topo do escutismo nacional. “O que está a acontecer no escutismo e em outras áreas é a confirmação do valor e da força dos famalicenses. Somos um território forte e dinâmico com provas dadas a nível regional e nacional pela capacidade e ambição dos nossos cidadãos”.
Paulo Cunha aproveitou a oportunidade para deixar “uma palavra de gratidão ao Ivo Faria por aceitar este desafio a nível nacional”.

Em relação ao agrupamento de Bairro, Paulo Cunha, elogiou “esta verdadeira escola de valores e a forma exemplar como está organizada”. “A Câmara Municipal vai continuar a apoiar inequivocamente o movimento escutista no concelho”, porque “é um parceiro importante na formação dos nossos jovens”.

Neste âmbito deixou um desafio às famílias para que “continuem a acarinhar este agrupamento”.

Joaquim Agostinho Fernandes, Chefe do agrupamento de Bairro, recordou os obreiros do grupo, salientando que “estes 75 anos foram alimentados e percorridos com grande bravura e astucia nunca descurando o compromisso na educação e valorização dos nossos escuteiros”.

Para 2017, o agrupamento escolheu o tema “75 anos de preciosos valores”, sempre guiados pelo lema escutista “Sempre presente. Alerta para servir”.

Por sua vez, o presidente da Junta de Freguesia de Bairro, Rui Alves, que também já foi escuteiro mostrou-se “muito satisfeito com os 75 anos do agrupamento”, dizendo que se trata de “uma referência na sociedade que a freguesia agradece”.



Bairro

Escuteiros de Bairro celebraram 75 anos sempre alertas para servir

2017-02-08

Associativismo

Texto:
Isaura Costa

Fotografia de:
António Freitas e Paula Pereira




Comemorações contaram com as presenças dos Chefes nacionais e regionais do CNE

A nata do escutismo em Portugal reuniu-se sábado, na freguesia de Bairro, para celebrar os 75 anos da fundação do Corpo Nacional de Escutas de S. Pedro de Bairro. Entre os presentes destaque para o Chefe Nacional, Ivo Faria, e para o Chefe Regional, Hugo Cunha, ambos famalicenses entre outros responsáveis pelo escutismo. A sessão contou ainda com a participação do presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha.

O autarca não escondeu o orgulho por ver dois famalicenses no topo do escutismo nacional. “O que está a acontecer no escutismo e em outras áreas é a confirmação do valor e da força dos famalicenses. Somos um território forte e dinâmico com provas dadas a nível regional e nacional pela capacidade e ambição dos nossos cidadãos”.
Paulo Cunha aproveitou a oportunidade para deixar “uma palavra de gratidão ao Ivo Faria por aceitar este desafio a nível nacional”.

Em relação ao agrupamento de Bairro, Paulo Cunha, elogiou “esta verdadeira escola de valores e a forma exemplar como está organizada”. “A Câmara Municipal vai continuar a apoiar inequivocamente o movimento escutista no concelho”, porque “é um parceiro importante na formação dos nossos jovens”.

Neste âmbito deixou um desafio às famílias para que “continuem a acarinhar este agrupamento”.

Joaquim Agostinho Fernandes, Chefe do agrupamento de Bairro, recordou os obreiros do grupo, salientando que “estes 75 anos foram alimentados e percorridos com grande bravura e astucia nunca descurando o compromisso na educação e valorização dos nossos escuteiros”.

Para 2017, o agrupamento escolheu o tema “75 anos de preciosos valores”, sempre guiados pelo lema escutista “Sempre presente. Alerta para servir”.

Por sua vez, o presidente da Junta de Freguesia de Bairro, Rui Alves, que também já foi escuteiro mostrou-se “muito satisfeito com os 75 anos do agrupamento”, dizendo que se trata de “uma referência na sociedade que a freguesia agradece”.